Chuva

window-and-raindrops-steve-somerville

Sem perceber
me tornei tão azul quanto o céu
apenas uma existência do esquecimento
Mas eis que tu me trouxe a queda

Consegue me escutar pulsando de telha em telha?
Sente meu toque em teu rosto?

e me encontro de novo em tua varanda
tão bobo com meus embaraços
tão fascinado pelos teus traços
Um desconforto quase bom

E Nem sempre a gente precisa de dias de sol
as vezes a gente só precisa aceitar
e quando o desconforto passar
aproveitar cada momento que temos

porque mesmo desafinados sabemos as notas
é só adequar qual será a melodia
enquanto isso deixo minha voz pra ti dormir
pra me dissipar, com o sol que chega ao meio dia

dia

Anúncios

Liberdade em alguns giros

FEMI-KUTI_3-www

Hoje o dia foi tenso.
Começa logo com uma série de tormentos.
A escavadeira do senso comum
cavou meu peito e expôs o negro ferido

mas meu sangue é forte
e nunca me dou por vencido.
No conforto de uma alma vem o conforto
e no sorriso que volta uma valia

Será que o irmão já experimentou alforria?
Não daquelas que prendiam os antepassados
mas do descrito por nina em seus relatos
o sentimento e não a condição

Ainda há tempo irmão
nossa luta é diária e de todos nós
ainda há tempo irmão
sentimento bom pra vós

Sim, sentimento bom pra todos nós
daquele que você vê de um mundo melhor
ainda tem muita sujeira pra limpar
mas a gente já começou e não pode parar

A gente sabe de que foi feito o sistema
nosso sangue é concreto e argamassa
mas agora que o mundo já se corrompeu
vai ser a gente que vai limpar com a alma

cavalo forte chegou ao mundo
espírito valente venceu o céu
verde o campo que beija tua terra
mãe zelosa proteja esta era

Luciérnaga

fireflies-yume-cyan-0-600x400

Eu sei que você tem asas
Mas quem não tem hoje em dia
Somos filhos do mesmo berço
A planta que cura tem de deixado enfermo

Eu sei que você beija as flores
Mas qual delas te encantou?
O sol irá fazer florescer outras mil
Independente daquelas que você beijou.

Entenda que o fato de você ter uma luz
Não te faz ser algum tipo de guia
O fato de você irradiar a noite
Não faz da tua ideia mais legitima

No final tua luz irá te perseguir
Somos escravos da mesma influencia
Rodando em círculos em caminhos falsos
Crendo que a verdade é a descrença

Eu sei que você tem sua beleza
Mas qual a beleza certa hoje em dia?
Todos somos belos de alguma forma
Diferentes em beleza, iguais por direito

Sei que você acha a vida curta
Somos apenas um piscar de olhos d
no universo
Então pra que viver nesse passado
Se não estaremos aqui pra ver o inverno

Pra cada acorde em teu nome

6a00d8358081ff69e2016762c0862d970b-800wi

Não espere que a dor não volte
das canções que fiz pra ti
em cada acorde solto
vem a lembrança que gravei em si

Sem que não existe tristeza
a felicidade está no sorriso de cada dia
mas a saudade pode ser foda as vezes
principalmente em terra de pessoas tão perdidas

Mas a gente deixa o desespero pra lá
a gente segue em busca do sol

mas vale a pena cada decepção
pois elas me ajudam a dispersar o mundo
a fumaça tragada retorna ao ar
o acido que corrói o consciente profundo

E é sufocante este pensamento
mas o que não nos sufoca hoje em dia
No final tudo que você se torna
é uma bela palavra escrita

Afogar-se em fé ,mergulhar em si

Hoang_Van_Phuc_01_copy_large

Tenta ser, inundar
a água que enche meus pulmões
a força que molda montanhas
e para a força de vulcões

da umidade que deixou em mim
uma árvore de abstração densa
que se alimenta de meu ar
é confuso entender o que pensa

seu coração deseja e sinto daqui
as batidas que coordenam a orquestra
da poesia escrita em teclas soltas
do garoto curioso com olhares pela fresta

Não se permita afogar em fé
mas sempre mergulhe em si
Esqueça a tolice que te dizem
permita-se transcender ao fim

As atitudes confusas e ruidosas
como madeira em casa antiga
o mesmo som que teus pés cuidadosos
a mesma admiração que habita teus olhos

em posições de dança teus passos correm
ligeiros como uma cantora tímida
respira fundo, me encanta a lira
do sorriso logo depois, inspira.

Floresça

Untitled-1 copy

Nuvens densas anunciam o futuro
e aos poucos, escurecem minha percepção
as pessoas desapareceram do meu mundo
a sensação de ser levado a outra realidade

Devoção nunca será minha visão
a verdade é muito mais que isto
o silêncio, sempre será meu mestre
mas sempre peco nesta responsabilidade

Desmoronar, em partes de mim
Desvanecer, meu próprio eu
Deixe que o som, desapareça
Sentir os olhos do avesso

Ó terra que chamo de mãe
o fogo se apodera de mim,
deixe que a feitiçaria faça seu trabalho
faça com que eu seja parte do espaço

eu compreendo as regras solares
e me concentro em não desobescer as leis naturais
faça de mim teu servo novamente
me mostre o caminho da verdade

Desmoronar, em partes de mim
Desvanecer, meu próprio eu
Deixe que o som, desapareça
Sentir os olhos do avesso

Meu corpo flutua
sinto os nervos se desligarem
posso saborear novamente, a beleza.

respire a água que a terra te dá
sinta preencher da mais bela fonte
e recoste na mais alta pedra
para deixar desabrochar, a flor em teus pulmões

linda lótus que flutua neste rio
me permita desaparecer
ó divindade que inicia o renascer
me permita transceder

Abyssus abyssum invocat

d98a92f70747193a10a2affae9b657e7

de passos bem devagar
não se esqueça que a perigos por ai
e você deixou migalhas a mais
disfarçou rastros demais

eu sinto tua fumaça em minha garganta
com tua lâmina que adentra pela boca
inunda meu espirito com essa sensação
me faça entorpecido com alguma emoção

quais as ondas que distorcem os sentidos
por quantas frequências eu vacilei
em que lugar eu deixei minha mente
por que a tanta perdição em teu ventre?

E no topo das árvores sinto teus olhos
apenas farejando a minha vontade
mas não confunda porque meu peito está apertado
por que este desejo de me ver em pedaços?

mas não adiantar impor teu medo
sinto o vento que sopra do fundo do abismo
e sinceramente ainda não tenho o desejo de voar
neste momento tudo que quero é deitar e flutuar.

O evaporar da mandala

Mandala copy

Imagine agora você fechando sua boca com toda a força
calando a própria voz, silenciando o mundo a volta
deixando passar os problemas, deixando de escutar o mundo
e fazendo cessar tudo o que está a sua volta

feche os olhos e deixe tudo calmo
espere até que todo o oceano se acalme
até que todas as ondas cessem
veja a luz inundar o mundo das sombras

agora perceba quantas vozes cessaram
quantas tentativas do mundo te destruir fluem
reconheça o problema dentro de ti
faça com que uma única voz seja ouvida

então se inunde com as palavras
“eu sou a pergunta e a verdade, eu sou o fim da dúvida
e a compreensão do todo, eu sou o presente, eu sou o fim”

e entenda que o mundo a ti pertence
toque todo o universo com os lábios
permaneça em silêncio absoluto
se entrega a mais pura solidão

a cada minuto de inundação do saber
quando a poço das dúvidas cessa
a desconfiança se torna paranóia e por isso
se torna o nada.

Deixe toda a vida no nada
tudo que possui no nada
perceba o nada
seja nada.

Então inunde esse mundo com as cores boas
e sinta todas as ondas vibrarem em volta do seu ser
e todo as dúvidas que evaporaram
serão a chuva que lavará todo o seu ser

interrompa a briga entre a razão e a emoção
transforme a ti no equilíbrio
faça dos dois a máquina motora
que te levará ao paraíso

bem vindo ao caminho felicidade….

Neste Mar

OCEAN copy

 

 

Levo um punhado de você
guardada em meu paletó
não quero nunca perder
o que me impede de me sentir só

o barco segue pra longe
enquanto eu tento voltar
mas essa brisa é tão doce
acho que adoraria a beleza deste ar

eu sei, que a dor irá aumentar enquanto eu seguir
mas juro que ao primeiro vento eu volto pra ti

Se eu pudesse escolher, não iria partir
mas a mundo que preciso conquistar
e trazer todos os tesouros que prometi
pra um dia enfim vir te buscar

a dias em que acredito que morrerei na calmaria
e outros que irei voar na tempestade
mas se eu conseguisse mesmo domar este mar agitado
usaria todo este poder pra voltar pros teus braços

eu sei, que um dia te mostro as belezas do mar
e talvez a gente se perca neste oceano
e a noite nós podemos contar as estrelas que existem
se iludindo, como quando tentamos medir o quanto nos gostamos

O som aqui

378096_solnce_okno_zapotevshee_solnyshko_svet_luchi_1680x1050_(www.GdeFon.ru) (1) copy

Você consegue escutar?
minha voz
A batida a tocar
quando estamos a sós

deixa as ondas
carregar os teus braços
deixa a vibração
desatar teus laços

Vou me transportar pelas frequencias,
só pra te encontrar
soar as mais belas notas,
pra suforcar a vontade do teu olhar

você pode escutar?
o som da iris a dilatar
você pode sentir
meus lábios a te desejar

deixa o som
me levar pra mais perto de ti
deixa meus acordes
te fazer sorrir

Vou me transportar pela frequencia, só pra te encontrar
soar as mais belas notas, pra suforcar a saudade do teu olhar

Tocar os tons do céu, só pra te encantar
cantar o mais alto que posso pra te mostrar

pra silenciar minha voz
de pouco em pouco
enquanto o sol ilumina o meu quarto
e teu rosto